CONCURSO (DESAFIO) STARTUPPER DO ANO DA TOTAL – [MOÇAMBIQUE]

Os 15 melhores seleccionados! Parabéns aos 15 melhores! Agora estão apenas a um passo de se tornarem Startupper do Ano ou Melhor Empreendedora do seu País. Os 15 irão apresentar os seus fantásticos projectos ao júri. Boa sorte a todos! Voltem dentro de quatro semanas para saber quem são os vencedores.

PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ)


 

Para participar no Concurso (Desafio) Startupper do Ano da Total, em primeiro lugar, deve fazer a sua inscrição no site do Concurso (Desafio) referente ao seu país.

Clique no botão “inscreva-se” no canto superior direito do site do Concurso (Desafio) referente ao seu país.

Crie uma conta indicando o Nome/Apelido/Endereço de e-mail/Palavra-passe. Não se esqueça de aceitar as condições de utilização do site. Depois de fazer a inscrição, receberá um e-mail de confirmação para validar a sua conta.

Clique no seu perfil no canto superior direito do site do Concurso (Desafio) referente ao seu país.

Em “Definições”, seleccione “Eliminar o meu perfil”. Uma mensagem de alerta perguntar-lhe-á se deseja realmente continuar. Clique em “Eliminar” para confirmar.

Clique em “Iniciar sessão” no canto superior direito do site do Concurso (Desafio) referente ao seu país, depois em “Esqueceu-se da palavra-passe?”. Insira o endereço de e-mail utilizado durante a criação da conta. Receberá um e-mail com todas as instruções para repor a sua palavra-passe.

Para participar no Concurso (Desafio) Startupper do Ano da Total, em primeiro lugar, deve fazer a sua inscrição no site do Concurso (Desafio) referente ao seu país (ver esta etapa na parte “Como faço a minha inscrição? ”).

Depois de iniciada a sessão, clique em “Participar”. Insira o nome da sua participação (nome do seu projecto). De seguida, aceite os termos e condições do Concurso (Desafio) para validar a sua participação.

Qualquer eliminação do perfil ou da participação é definitiva. Não é possível recuperar os dados. Pode, não obstante, criar novamente o seu perfil com o mesmo endereço de e-mail, se assim o desejar.

Certifique-se de que preencheu todos os campos obrigatórios do formulário de participação antes de clicar em “Submeter”.

Sim, deve preencher todos os campos obrigatórios. Aconselhamo-lo a preencher, também, os campos opcionais, para aumentar as suas hipóteses de ganhar.

Sim. Até à data limite, pode voltar à sua participação. Para o efeito, no separador “Participação”, clique no botão “Editar” situado no canto superior direito.

Pode fazê-lo no separador “Participação”, quando estiver a preencher ou a editar o seu formulário de participação.

Clique na hiperligação a vermelho “Eliminar a minha participação” situada na parte inferior do formulário. Irá surgir uma pop-up a perguntar-lhe se tem a certeza de que quer eliminar a sua participação. Poderá, então, confirmar a eliminação da sua participação ou anular o seu pedido de eliminação.

Na “Área de participação”, clique no botão “Pré-visualização” situado no canto inferior direito da janela.

Não. Todos os projetos devem ser enviados entre a data de início do Concurso (Desafio) e a data limite de apresentação de um projecto, conforme descrito no Regulamento do Concurso (Desafio).

Não. Após a data limite, é impossível modificar o seu projecto.

Não. Pode submeter o seu projecto em qualquer momento. Recomendamos-lhe que o faça com a maior brevidade possível. Poderá modificar e actualizar o seu projecto, se necessário, até à data limite.

O espaço de trabalho permite adicionar e armazenar ficheiros que estarão visíveis apenas para si. Pode revelar-se útil para preparar a sua candidatura.

É o único com acesso aos documentos adicionados ao seu espaço de trabalho.

Se deseja dar visibilidade a determinados documentos (plano de negócios, organigrama da sua equipa, logótipo da sua empresa, etc.), como proposto no questionário, deve adicioná-los, obrigatoriamente, no espaço do questionário previsto para o efeito.

A data limite está indicada no Regulamento do Concurso (Desafio). Deve fazer a sua inscrição no site para poder submeter o seu projecto.

Dispõe de 5 semanas para submeter o seu dossier, a contar da abertura do Concurso (Desafio).

Não. Pode submeter um projecto, no máximo.

Não. Cada projecto só pode ser apresentado uma vez, por uma única pessoa ou pelo seu representante.

Não. Só uma pessoa pode submeter a sua candidatura como representante de uma equipa.

Será informado sobre as etapas do Concurso (Desafio) por e-mail. Receberá, também, uma mensagem na sua área de participação.

Se fizer parte dos 100 Melhores candidatos do seu país, ser-lhe-á enviado um e-mail e poderá encontrar o seu nome no separador “100 Melhores”, que será publicado no decorrer do Concurso (Desafio).

Se fizer parte dos 15 Melhores, ou seja, dos finalistas, poderá encontrar o seu nome no separador “15 Melhores”. Será, também, contactado pelo responsável do Concurso (Desafio) no seu país, que lhe dará todas as informações sobre a etapa seguinte, nomeadamente, sobre a apresentação perante o júri.

Não. Se já ponderou a ideia de criar uma empresa, embora esta seja ainda inexistente, também pode participar. Qualquer pessoa que, à data de início da apresentação das candidaturas, tenha um projecto para criar uma empresa, ou que gira uma empresa criada há menos de dois anos, pode participar no Concurso (Desafio).

O Concurso (Desafio) está aberto a qualquer ideia ou startup, sem restrições relativamente ao sector de actividade, desde que esta ideia ou startup tenha um impacto positivo no país do Concurso (Desafio).

Cada dossier é avaliado segundo 3 critérios fundamentais:
1. Impacto social: a capacidade para gerar valor, de forma sustentável, e contribuir para o desenvolvimento da comunidade local (criação de empregos, substituição das importações, participação nos progressos em matéria de educação, melhoria das condições de vida das populações locais, etc.).
2. Carácter inovador: de que forma pode fornecer soluções novas (tecnológicas ou não) como resposta às dificuldades enfrentadas pelo país. A inovação não é, necessariamente, sinónimo de revolução. Pode ser de carácter incremental, ou seja, pode melhorar as condições existentes, ou radical, ou seja, profundamente transformadora.
3. Viabilidade e potencial de desenvolvimento: o Concurso (Desafio) deseja acompanhar todas as estruturas, desde o projecto ainda não concretizado à startup com menos de dois anos. Mas, para o organizador, é importante que a ideia, bem como a startup, possam ser desenvolvidas e abranger um público cada vez maior.

Para nós, o empreendedor social deve ter a capacidade para gerar valor, de forma sustentável, e contribuir para o desenvolvimento da comunidade local (criação de empregos, substituição das importações, participação nos progressos em matéria de educação, melhoria das condições de vida das populações locais, etc.). Este deve ser capaz de antecipar as necessidades que ainda não foram satisfeitas, ou que não foram devidamente satisfeitas, e dar-lhes resposta através de missões de prevenção, reparação ou compensação. A missão social da empresa pode abranger uma determinada população de indivíduos ou a sociedade do país em geral.

Além disso, o empreendedor social deve conseguir medir a utilidade real do seu projecto, demonstrar os seus efeitos, as alterações e/ou os resultados que se produziram no ambiente e/ou na sociedade.

A publicação da sua candidatura no site será precedida de uma fase de moderação. Nesta fase, iremos verificar se todos os dossiers são compatíveis com o Regulamento e os valores da Total. Uma vez validado, o seu dossier surgirá no site, juntamente com o breve resumo preenchido por si no questionário (pergunta B7).

 

Na primeira fase de selecção, cada dossier será avaliado com uma nota global, que inclui a nota automática, resultante do questionário (90%), e o voto do público (etapa de “Partilha para Gostos”, que corresponde a 10%). Os 100 melhores dossiers serão, assim, seleccionados automaticamente em cada país.

A segunda fase de selecção dos dossiers será feita por profissionais de empreendedorismo social. Os critérios de selecção são os mesmos. Os 15 finalistas serão, então, seleccionados e farão a apresentação perante um júri que seleccionará os 3 vencedores.

Os dossiers completos e em conformidade com os critérios de elegibilidade serão submetidos ao voto do público (“Partilha para Gostos”) através de uma descrição resumida publicada no site do Concurso (Desafio) Startupper do Ano da Total do seu país. Esta descrição resumida consta do questionário que terá preenchido (pergunta B7).

Para que possa partilhar o seu projecto, receberá por e-mail uma publicação da equipa organizadora com uma hiperligação que o encaminhará para a descrição do seu projecto no módulo “Partilha para Gostos” do site do Concurso (Desafio). Um seguidor ou um visitante poderá, assim, fazer um gosto no seu projecto, para além de outros dois projectos entre as descrições colocadas no site do Concurso (Desafio) do seu país.

Serão apenas considerados os votos efectuados no módulo “Partilha para Gostos” do site do Concurso (Desafio) do seu país.

Terá 2 semanas para partilhar o seu projecto com a sua rede de amigos durante a etapa “Partilha para Gostos”.

 

Serão apenas visíveis o seu nome e apelido, o nome do projecto e a pequena descrição fornecida no questionário. Aconselhamo-lo a não inserir informações confidenciais na pergunta B7, que será, assim, tornada pública para o Concurso (Desafio).

Se estiver entre os 15 melhores, parabéns! Pode apresentar o seu projecto durante 10 minutos, a que se seguirá um período adicional de 10 minutos de perguntas/respostas com o Júri. Os finalistas serão contactados directamente pelos responsáveis do país para serem informados de questões logísticas do dia da apresentação.

Deve submeter o seu projecto na (ou numa das) língua(s) proposta(s) no site do Concurso (Desafio) do seu país.

Qualquer pessoa com idade até aos trinta e cinco (35) anos (inclusive) à data de início da apresentação das candidaturas, pode participar no Concurso (Desafio).

Qualquer pessoa que, à data de início da apresentação das candidaturas, tenha um projecto para criar uma empresa, ou que gira uma empresa criada há menos de dois anos, pode participar no Concurso (Desafio).

Não é exigido nenhum documento administrativo para a submissão do dossier.

Se fizer parte dos finalistas, na etapa de Apresentação, deverá ter consigo o seu bilhete de identidade, bem como o documento de registo da sua empresa, se já o tiver feito e se o seu país estiver abrangido por este tipo de abordagem.

Não. O Concurso (Desafio) é organizado pela Total para promover o desenvolvimento de iniciativas locais. Neste contexto, deve possuir a nacionalidade do país onde apresenta o seu dossier de candidatura.

Sim. Pode participar no Concurso no seu país de origem, mesmo que não resida nele, desde que o seu projecto beneficie esse país. Convidamo-lo a consultar a lista de todos os países que dispõem de um site relativo ao Concurso (Desafio).

Na eventualidade de ser menor de idade, para participar no Concurso (Desafio), deve obter a autorização dos seus pais ou do (s) titular(es) da autoridade parental, ou, na falta deste(s), autorização do(s) seu(s) tutor(es) legal(is). O(s) titular(es) da autoridade parental aceitou(aram) responsabilizar-se pelo cumprimento das disposições do regulamento apresentado no site do Concurso (Desafio) do seu país.

Os candidatos que já tenham concorrido à 1ª edição do Concurso (Desafio) Startupper do Ano de 2015-2016 da Total podem concorrer novamente, excepto os três (3) vencedores de cada país, que não podem apresentar um novo dossier.

Um candidato que tenha mais do que uma nacionalidade só pode concorrer a um Concurso (Desafio), e só pode propor um projecto.

Os três vencedores terão acompanhamento personalizado (coaching), visibilidade e direito a uma dotação financeira.

Esta dotação financeira será distribuída da seguinte forma: 50% do montante total para o 1.º lugar, 30% para o 2.º lugar e 20% para o 3.º lugar.

Sim. O prémio “Destaque Feminino” é atribuído independentemente do estatuto de vencedor e pode ser acumulado. O projecto ao qual esse prémio é atribuído pode, ou não, estar entre os 3 vencedores. Na fase das defesas finais, os jurados identificarão, entre os projectos dos 15 finalistas, um projecto em que, pelo menos, um dos fundadores seja uma mulher e atribuir-lhe-ão o prémio “Destaque Feminino”. Este prémio não estará sujeito a uma dotação financeira. Visa encorajar as mulheres a criar a sua startup, conferindo-lhes visibilidade e facilitando a sua implementação em rede.

A Total reserva-se a possibilidade de identificar, entre os finalistas, um ou vários projectos que se relacione directamente com a sua actividade. Os eventuais autores de projetos seleccionados serão, então, certificados como “Startup para uma melhor energia” e poderão relacionar-se com as equipas da Total, visando a criação de eventuais parcerias.

O prémio opcional “Startup para uma melhor energia” é atribuído independentemente do estatuto de vencedor, podendo ser acumulado, e não estará sujeito a uma dotação financeira.

A nomeação dos membros do júri será feita nos termos da política de conformidade da Total e do seu Código de Conduta.

O júri será convocado para as sessões de apresentação com os finalistas e para a selecção final dos 3 vencedores, nas datas indicadas no regulamento do Concurso (Desafio).

Estará disponível apenas uma descrição resumida do projecto dos candidatos. A mesma será redigida pelo autor do projecto, que deverá apresentar, de forma sintética, o seu projecto e a sua capacidade de inovação.

NÃO ENCONTROU UMA RESPOSTA À SUA PERGUNTA? PREENCHA O FORMULÁRİO QUE SE SEGUE E DAR-LHE-EMOS UMA RESPOSTA COM A MAİOR BREVİDADE POSSÍVEL.